O Villarreal expôs o Manchester United na final da Europa League

O Manchester United era amplo favorito na final da UEFA Europa League contra o Villarreal. Tinha os melhores jogadores e foi o vice-campeão da Premier League, contra o sétimo colocado de La Liga. Era pra vencer, e vencer com uma certa tranquilidade.

Porém, para aqueles que haviam esquecido, o Manchester United não é um time muito bem treinado, e muitos dos grandes jogadores do time não costumam aparecer nos grandes jogos.

Ole Gunnar Solskjaer mostrou toda sua inexperiência nessa final. Demorou pra mexer, especialmente no segundo tempo quando o United dominava a posse mas não conseguia finalizar com perigo. Poderia tentar o Juan Mata, que é excelente na bola parada. Ou um dos garotos que poderiam explorar os lados do campo (Daniel James ou Amad Diallo). Mas não fez nada. Nem uma mudança tática ou de posicionamento entre os jogadores que já estavam em campo. Sua primeira substituição foi colocar Fred no lugar de Greenwood … na prorrogação!

Faltou o mínimo de ousadia para impor a superioridade dos Red Devils.

E aí tem o meio campo do United. No papel, a dupla Bruno Fernandes e Paul Pogba é de dar inveja, e em vários jogos pelo menos um desses dois mostra o seu diferencial. Porém, nos grandes jogos, a realidade é que nenhum deles costuma jogar nem perto do que costumam jogar em partidas menos importantes … e na final da Europa League vimos exatamente isso.

Fernandes e Pogba não apareceram para o jogo. Simplesmente, não fizeram nada, e o time claramente sentiu a falta de criatividade diferenciada capaz de quebrar uma defesa bem postada.

Muitos falam de uma tal de “melhoria” do Manchester United sob o comando de Solkjaer. Pessoalmente, não consigo ver melhoria alguma.

Alguns vão apontar para o vice-campeonato da Premier League, mas isso foi com 74 pontos. Se olharmos para as últimas quatro temporadas da Premier League, com essa pontuação o United teria terminado em 3⁰, 3⁰, 5⁰ e 6⁰.

Eu duvido que o torcedor do United esteja verdadeiramente contente com isso. O United é gigante demais para ficar 4 anos sem NENHUM título, sendo que nem sequer brigou mesmo pelo título da Premier League ou da Champions League.

Evolução é o que vemos no City, que consistentemente briga e vence títulos, ou no Liverpool, que há poucos anos mal se classificava pra Champions League e passou e brigar todo ano (e venceu uma Champions e uma Premier League em anos consecutivos). Ou até mesmo o Chelsea, que não parecia estar muito bem mas foi e trouxe um treinador com mais experiência, contratou bem e hoje disputa uma final de Champions League.

O Manchester NÃO TEVE uma melhoria significativa, e entendo que está cada vez mais claro que só terá, de fato, quando trouxer um treinador a altura do clube que é.

Até a próxima…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s