Os melhores jogadores do mundo, por posição – 2020

Como já é tradição, divulgamos nossa lista dos melhores jogadores do mundo, por posição (essa é a lista do ano passado).

Em parênteses, o ranking do jogador no ano passado.

GOLEIROS

Muito se fala no Alisson como o melhor goleiro do mundo, e o brasileiro realmente vem de uma temporada magnífica pelo Liverpool. Mas, olhando apenas para as atuações no gol (sem olhar para títulos), Ter Stegen é superado por ninguém. O alemão salvou o Barcelona inúmeras vezes – apenas Messi foi mais decisivo que Ter Stegen no Barça.

Oblak segue sendo o Senhor Consistência, e só não é mais o meu número 1 pelo ano absurdo que tiveram Alisson e Ter Stegen. Ederson é muito completo – seu trabalho com os pés é insuperável hoje, e inquestionavelmente entra na lista. Neuer voltou a atuar em alto nível, e volta a figurar entre os melhores (as quedas de De Gea e Courtois ajudaram).

5. Manuel Neuer – Bayern de Munique (novo)

4. Ederson – Manchester City (novo)

3. Jan Oblak – Atlético de Madrid (1)

2. Alisson – Liverpool (5)

1. Marc-Andre ter Stegen – Barcelona (3)

LATERAL-DIREITO

Várias caras novas na posição, incluindo o absoluto na lateral-direita, o garoto Trent Alexander-Arnold. O lateral veio da base do Liverpool e na temporada passada se tornou o melhor lateral do mundo com seus cruzamentos milimetricamente perfeitos (como esquecer daquele escanteio contra o Barcelona nas semis da Champions?) e inversões de bola à lá Roberto Carlos.

Apesar das quedas dos seus times, Kimmich e Carvajal continuam jogando muito bem. Daniel Alves, que esteve entre os melhores laterais do mundo pela última década, caiu demais com a transferência para o futebol brasileiro, e consequentemente fica fora aqui.

Ricardo Pereira e Wan-Bissaka vêm crescendo pelos seus clubes e já estão entre os melhores da posição

5. Aaron Wan-Bissaka – Manchester United (novo)

4. Ricardo Pereira – Leicester (novo)

3. Dani Carvajal – Real Madrid (2)

2. Joshua Kimmich – Bayern de Munique (1)

1. Trent Alexander-Arnold – Liverpool (novo)

LATERAL-ESQUERDO

Uma posição com dois novos nomes que chegaram com tudo, e três velhos conhecidos de qualquer um que acompanha o futebol europeu.

Robertson, assim como seu colega Alexander-Arnold, é um monstro nos cruzamentos e nas inversões de bola. Ele também é incansável (literalmente – o cara corre os 90 minutos, atacando e defendendo).

Renan Lodi chegou com tudo no Atlético de Madrid e já é o melhor lateral-esquerdo brasileiro. Se continuar melhorando seu trabalho defensivo, algo que deve acontecer sob o comando de Simeone, Lodi tem potencial pra ser o melhor do mundo na posição.

5. Marcelo – Real Madrid (2)

4. Renan Lodi – Atlético de Madrid (novo)

3. David Alaba – Bayern de Munique (3)

2. Jordi Alba – Barcelona (1)

1. Andy Robertson – Liverpool (novo)

ZAGUEIRO

O primeiro é aquela escolha unânime… Falar mais o quê de Van Dijk?! A questão é, quem vem depois dele! Pra mim, não tem dúvidas: Laporte é tão bom que, quando se lesionou, o City caiu consideravelmente de produção. O Koulibaly seria uma ótima escolha, mas a ascensão de Laporte o desbanca da segunda posição.

De Ligt ainda comete alguns erros mas vem melhorando bastante na Juventus. Varane até que poderia entrar no lugar do Chiellini, mas o francês é melhor quando joga no seu limite, porém muito inconsistente.

5. Giorgio Chiellini – Juventus (5)

4. Matthijs de Ligt – Juventus (novo)

3. Kalidou Koulibaly – Napoli (2)

2. Aymeric Laporte – Manchester City (novo)

1. Virgil van Dijk- Liverpool (1)

MEIO-CAMPISTA

Ao meu ver, os três primeiros são indiscutíveis. Kante é, simplesmente, o melhor volante do mundo. Fabinho é o melhor e mais importante meio campista do melhor time do mundo. De Jong já era craque no Ajax, e entrou muito bem no Barcelona (apesar de ainda ser escalado de forma muito presa pelo fraco Ernesto Valverde – com outro treinador, vai jogar mais ainda).

Sei que o Fernandinho é questionado por muitos pelas más atuações na seleção, mas o que ele joga no City não é brincadeira (é o melhor brasileiro da história da Premier League). Pjanic é sub-valorizado por muitos – ele joga demais pela Juventus, e hoje é o melhor meio campista da equipe italiana.

Outros como Casemiro (Real Madrid), Busquets (Barcelona), e Rodri (Manchester City) poderiam ter entrado nessa lista.

5. Fernandinho – Manchester City (4)

4. Miralem Pjanic – Juventus (5)

3. Frenkie de Jong – Barcelona (novo)

2. Fabinho – Liverpool (novo)

1. N’Golo Kante – Chelsea (1)

MEIA ATACANTE

De Bruyne é um verdadeiro craque. Quando joga o que pode (ou perto disso), ele decide jogos. É indiscutivelmente o meu número 1. Bernardo Silva, baseado especialmente no que ele jogou na temporada passada pelo City e por Portugal, é o segundo. Aí ficou mais difícil.

Mas, entre Eriksen e David Silva, acho que o meia do Tottenham (por enquanto) está acima HOJE. Pra finalizar poderíamos colocar Saul Ñiguez, Mahrez, Toni Kroos, Van de Beek e vários outros, mas fui com o Koke. O meia do Atleti é completo, e peça indispensável do time do Simeone.

5. Koke – Atlético de Madrid (novo)

4. David Silva – Manchester City (4)

3. Christian Eriksen – Tottenham (novo)

2. Bernardo Silva – Manchester City (novo)

1. Kevin De Bruyne – Manchester City (1)

ATACANTE

O Firmino pode até usar a 9 característica do centroavante, mas ele é muito mais que isso. Ele chega na área como um 9, arma como um 10, e tabela como um 7. Tinha que estar na lista.

Pelo momento absurdo do Sadio Mané, o coloco a frente do Cristiano, que não vem de um grande ano de 2019 (pelos seus padrões, é claro). Em primeiro, não tem nem muito o que discutir – Messi segue jogando no seu mais alto nível de “E.T.”.

5. Roberto Firmino – Liverpool (novo)

4. Kylian Mbappé – PSG (5)

3. Cristiano Ronaldo – Juventus (2)

2. Sadio Mané – Liverpool (novo)

1. Lionel Messi – Barcelona (1)

CENTROAVANTE

Hoje eu não vejo uma briga pela primeira colocação: é o Lewandowski. Como o polonês faz gol… e de todos os tipos. Chute de fora da área, de dentro, cabeça, pênalti. Um verdadeiro matador!

Harry Kane caiu um pouco e fica atrás também de Aguero, que segue sendo um dos atacantes mais letais da Europa (é o maior artilheiro estrangeiro da história da Premier League). Benzema passou anos servindo Cristiano Ronaldo e agora pode focar no SEU futebol… e vem jogando demais!

5. Pierre-Emerick Aubameyang – Arsenal (novo)

4. Karim Benzema – Real Madrid (novo)

3. Harry Kane – Tottenham (1)

2. Sergio Aguero – Manchester City (4)

1. Robert Lewandowski – Bayern de Munique (2)

TREINADOR

Na minha opinião, na última década nenhum treinador chegava perto da qualidade do futebol, especialmente em termos táticos, do Pep Guardiola. O espanhol é ousado (às vezes, até demais), faz inúmeras mudanças táticas e seus times são capazes de amplamente dominar seus adversários. Aí veio o Klopp com o seu incrível Liverpool da temporada passada!

O alemão consegue impor seu jogo em qualquer um, inclusive no próprio City do Guardiola. O time não é simplesmente ofensivo, é bonito de ver. Hoje, não existe nenhum outro time tão prazeroso de assistir como o Liverpool do Jurgen Klopp – os atuais campeões europeus venceram incríveis 20 dos primeiros 21 jogos dessa Premier League (1⁰ time das cinco principais ligas europeias a conseguir tal feito).

Apesar de estar sem clube, Pochettino já mostrou que é um excelente treinador e logo estará comandando um gigante na Champions League. Ten Hag, assim como os três a sua frente, gosta de armar seus times ofensivamente, algo que ficou muito claro na última Champions com o seu Ajax. Ele seria um candidato perfeito para assumir o Barcelona, que com Valverde joga um futebol longe das suas tradições.

Diferente dos outros da lista, Simeone é o cara defensivo… e ele arma um sistema defensivo como ninguém. A cada temporada, com a saída de vários jogadores, ele tem sido capaz de manter o Atlético entre os melhores times da Europa.

5. Diego Simeone – Atlético de Madrid (3)

4. Erik ten Hag – Ajax (novo)

3. Mauricio Pochettino – sem clube (5)

2. Pep Guardiola – Manchester City (1)

1. Jurgen Klopp – Liverpool (2)

Até a próxima…