Tite lidera uma Seleção Brasileira chata e medrosa

Há uns três anos, pouco jogos depois que Tite assumiu o comando da Seleção Brasileira, eu escrevi que o treinador havia trazido o torcedor de volta pro lado da Seleção. E havia mesmo!

Depois da horrorosa era Dunga, veio um treinador que havia conquistado tudo com o Corinthians e era uma escolha unânime. Mas aí o tempo passou, o futebol piorou e o Tite voltou a ser um treinador contente com vitórias magras e sofridas.

E, passou a cometer um erro grave que treinadores anteriores cometeram: insistir com os seus “jogadores de confiança”, independente do futebol apresentado por tais jogadores.

Hoje temos alguns atletas que só estão na Seleção por nome, e não pelo futebol atual: Philippe Coutinho, Gabriel Jesus, Casemiro, Marquinhos, até o Daniel Alves.

Coutinho não joga bem em clube ou Seleção há quase dois anos, Gabriel Jesus é banco no City (muito banco), Marquinhos nunca evoluiu o que esperávamos dele e comete erros (como hoje contra a Nigéria), Casemiro é bom mas não está jogando nem perto do nível do excelente Fabinho, e o Daniel Alves nem joga mais na lateral-direita!

Só que essa questão vai além. O Tite não só insiste nesses caras como titulares, mas não promove mudanças. Não é que o Fabinho não é titular… ele NÃO JOGA (jogou ridículos 15 minutos) – ele é chamado para ficar no banco. O mesmo vale para o Lucas Paquetá, que parece que só foi pra conhecer a Cingapura (país onde esses amistosos foram disputados, para um público patético de 20 mil pessoas por jogo) – o meia atacante do Milan entrou aos 43 minutos do segundo tempo. Fala sério!!

Levou o Gabriel Barbosa, que tinha jogos importantes pelo Flamengo, para jogar meia hora. O mesmo vale para o Matheus Henrique do Grêmio.

Sem contar que o Tite é incapaz de montar um time ofensivo, que sempre busca o gol e encurrala o adversário – hoje, com o jogo 1×1, ele conseguiu recuar ainda mais o time ao colocar o Fabinho no lugar do Arthur, e não do Casemiro!! O Tite, até agora, não se mostrou capaz de variar suas táticas e ousar um pouco… nem em amistosos ridículos como esses últimos quatro depois da Copa América (três empates e uma derrota).

Ao meu ver, ou o Tite muda suas maneiras, ou que venha logo o Renato Gaúcho, que parece ser o sucessor natural (a não ser que a CBF queria tentar com o Dunga novamente).

Ah, o Neymar saiu lesionado de novo, e o jogo terminou 1×1.

Até a próxima…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s