Os excelentes negócios do Borussia Dortmund e Atlético de Madrid no mercado de transferências

Tudo começou com a contratação de grandes treinadores. Nas chegadas de Jurgen Klopp ao Borussia Dortmund e de Diego Simeone ao Atlético de Madrid, os clubes passaram de coadjuvantes a verdadeiros players no cenário do futebol europeu.

Esses dois excelentes treinadores (dois dos melhores do mundo) souberam, junto com os seus olheiros e staff, caçar talentos. Com isso, não só construiram times extremamente fortes, mas também introduziram um certo estilo e filosofia aos clubes: na hora de contratar, vamos olhar onde os gigantes não estão olhando.


O Borussia Dortmund é o atual líder absoluto da Bundesliga, e é presença garantida na UEFA Champions League desde que foi bi-campeão alemão em 2011 e 2012 (ficou fora do top 4 em 2015). Mas como é que o Dortmund consegue sempre competir com um orçamento tão menor que o do gigante Bayern de Munique?

A principal razão é o excelente trabalho com transferências.

O Dortmund busca jogadores esquecidos, em times menores, com muito potencial. Ou, jovens talentos que estão em times grandes e precisam de minutos em campo.

O clube contrata por valores bem acessíveis, desenvolve, ganha dentro de campo com esses atletas e vende por valores bem mais altos. Confira alguns dos melhores exemplos dos últimos anos que chegaram e foram vendidos por valores bem maiores (valores de transferência do Transfermrkt).

Shinji Kagawa: chegou de graça e foi vendido ao Manchester United por €16 milhões.

Mats Hummels: chegou por €4,2 milhões e foi vendido ao Bayern de Munique por €35 milhões.

Ilkay Gündogan: chegou por €5,5 milhões e foi vendido ao Manchester City por €27 milhões.

Ousmane Dembélé: chegou por €15 milhões e um ano depois foi vendido ao Barcelona por €115 milhões.

Pierre-Emerick Aubameyang: chegou por €13 milhões e foi vendido ao Arsenal por €63,8 milhões.

Christian Pulisic: chegou de graça e foi vendido ao Chelsea por €64 milhões.

Jadon Sancho: chegou por apenas €7,8 milhões e hoje já tem um valor de pelo menos 10x mais.

Raphael Guerreiro: o excelente lateral-esquerdo chegou por apenas €12 milhões, e hoje já tem um valor de pelo menos 3x mais.

Julian Weigl: chegou bem jovem, por apenas €2,5 milhões. Hoje está prestes a ser vendido por €25 milhões.

O Atlético de Madrid também faz um grande trabalho desde a chegada de Diego Simeone ao comando dos colchoneros, e apesar de hoje o time gastar valores mais elevados com alguns jogadores (pagou €70 milhões por Thomas Lemar), o núcleo do sucesso desse time nos últimos anos foi feito de excelentes contratações.

Esses são alguns dos grandes negócios do Atlético de Madrid nos últimos anos.

Diego Godin: chegou em 2010 (com 24 anos de idade) por apenas €8 milhões, e apesar de estar prestes a sair de graça (fim de contrato), é indiscutível que Godin deu muito mais ao time do que os €8 milhões, tempo em que foi (por anos) o melhor zagueiro do mundo e xerife da defesa mais temida do mundo.

Gabi: capitão do Atleti nesses anos de glória, Gabi chegou em 2011 por apenas €3 milhões.

Toby Alderweireld: chegou por €7 milhões e foi vendido ao Tottenham por €16 milhões.

José Gimenez: chegou em 2012 por apenas €900 mil. Isso mesmo, esse excelente zagueiro custou ao Atleti menos de €1 milhão.

Miranda: chegou de graça, titular do time campeão da La Liga e vendido por €9 milhões à Inter de Milão.

Jan Oblak: o melhor goleiro do mundo custou apenas €16 milhões. Hoje seria vendido por algo em torno de €100 milhões … que negócio.

Antoine Griezmann: um dos melhores atacantes do mundo chegou em 2014 por €30 milhões.

Arda Turan: chegou por €13 milhões e foi vendido ao Barcelona por €34 milhões.

Angel Correa: custou apenas €7,5 milhões e hoje é titular do time de Simeone e vale pelo menos 5x mais.

Lucas Hernandez: chegou de graça à base do Atleti e hoje tem um valor de mercado na casa dos €60 milhões.

Não à toa, o Dortmund faz mais uma grande campanha na Europa e tem sido um clube temido, e o Atlético consegue competir com os gigantes há anos, vencendo uma La Liga e chegando à duas finais de UEFA Champions League.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s