Lopetegui está mal, mas ainda não é a hora de demití-lo

Até agora, o trabalho de Julen Lopetegui no comando do Real Madrid é bom? Óbvio que não! Os resultados mostram isso. Porém, essa situação ruim do Real não é apenas culpa de Lopetegui. Existem algumas outras circunstâncias que precisam ser consideradas ao avaliar o trabalho do treinador e decidir se ele deve ou não continuar no comando do time merengue.

Os sinais já estavam evidentes na última temporada

É fácil esquecer porque o Real levantou sua terceira orelhuda consecutiva, mas o futebol apresentado já não era o mesmo de anos anteriores. O Real venceu muito mais pela genialidade de Cristiano Ronaldo em momentos cruciais do que pelo bom futebol coletivo.

Além disso, o Real terminou 17 pontos atrás do campeão Barcelona.

As coisas já estavam ruins no final da temporada passada – o Zidane sabia e caiu fora

Não sou só eu quem achava que a temporada passada não foi tão boa em termos de futebol jogado. O Zidane sabia das dificuldades que estavam por vir, não só pela idade do elenco, mas pela indisposição de Florentino Perez em renovar o elenco com novos grandes jogadores.

Por exemplo, Zidane havia pedido para negociar Gareth Bale, mas Perez continua deixando bem claro que gosta muito do galês e que não quer negociá-lo. Talvez o francês também sabia que Cristiano Ronaldo estava mesmo de saída, e que uma reposição provavelmente não chegaria.

Perdeu 50 gols por temporada

Quando você perde o melhor jogador da sua história, sendo que esse jogador ainda está no seu auge, te dando 50 gols por temporada, isso precisa ser reposto … e obviamente é muito difícil de repor. O Real Madrid não conseguiu fazer isso, e certamente não é culpa do Lopetegui.

A reposição foi o Mariano

A resposta do Florentino Perez foi Mariano, um jogador que o próprio Real vendeu e, só porque ele teve sucesso no Lyon, Perez achou que seria uma boa … ele está até usando a camisa 7!

O Mariano não é um jogador ruim, mas quando você perde um Cristiano Ronaldo, a sua resposta não pode ser o Mariano Diaz. E sim, parece que o Real até tentou trazer o Hazard, mas não é o suficiente … afinal, estamoa falando do Real Madrid.

Se você perde o Cristiano Ronaldo, você PRECISA ir buscar alguém que possa se aproximar do poder ofensivo do português. Não deu com o Hazard, tenta o Harry Kane. Não deu, tenta o Mbappé. Tenta o Salah. Tenta o Lewandowski. E, entenda que no mercado atual, você terá que pagar na casa dos €200 milhões por alguém desse nível.

A inconsistência de Bale e Benzema

Muitos vão dizer “ah, mas tem o Gareth Bale … ou, tem o Benzema, que sabe marcar gols”. Esses dois já provaram que são inconsistentes demais para assumir uma bronca dessas, no Real Madrid. O Bale, especialmente, é um excelente jogador que é capaz de decidir jogos (mostrou isso já em finais de Champions League), mas o seu eterno problema com lesões e a inconsistência nos desempenhos faz dele um jogador incapaz de liderar um Real Madrid.

O Lopetegui, como deveria ser, está mantendo a fé numa possível reversão dessa situação, começando com o El Clasico desse fim de semana, mas ele obviamente sabe que precisa de bons resultados, e logo, para poder dar sequência ao seu trabalho no Bernabeu.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s