Liverpool e Manchester City duelam pela liderança na Premier League

O Manchester City bateu vários recordes a caminho do título da Premier League na última temporada, mas não conseguiu atingir o seu maior objetivo: o título da UEFA Champions League. Isso porque nas quartas de final os City parou no Liverpool, perdendo por 5×1 no agregado.

Hoje esses dois são, sem sombra de dúvida, os melhores times da Premier League e ambos são candidatos reais na Champions League … e os dois se enfrentam pela primeira vez na temporada, pela rodada 8 da Premier League, nesse domingo.

Os dois dividem a liderança, com 19 pontos em sete jogos, e uma vitória pode ser uma injeção de nitro nas veias do vencedor. Porém, para conquistar os três pontos, o vencedor terá que fazer uma excelente partida … o City e o Liverpool sabem muito bem se aproveitarem de erros dos adversários.

Vamos olhar para os times, posição por posição, para ver quem sai por cima.

Goleiro: Ederson. Na batalha dos dois melhores goleiros brasileiros da atualidade, eu dou vantagem ao goleiro do City (por pouco). Ainda acho o Ederson capaz de mais defesas difíceis.

Lateral-direito: Kyle Walker. Apesar da ascensão meteórica de Trent Alexander-Arnold, Walker ainda é um lateral mais completo … hoje. Em um ou dois anos imagino Arnold sendo o melhor lateral-direito inglês.

Lateral-esquerdo: Benjamin Mendy. Assim como com Arnold, o Andy Robertson teve uma ascensão meteórica, mas nos poucos jogos que fez essa temporada Mendy mostrou que é um dos melhores do mundo na posição.

Zagueiros: Virgil van Dijk e Aymeric Laporte. A escolha de Van Dijk é fácil – o holandês é o melhor zagueiro da Premier League (hoje, talvez o melhor do mundo). Para o seu parceiro eu fiquei entre Laporte e Kompany, mas dou uma ligeira vantagem ao excelente zagueiro francês (difícil entender como Rami foi para a Copa pela França e Laporte ficou de fora).

Volante: Giorginio Wijnaldum. Uma outra grande briga, e se fosse na temporada passada, não teria dúvidas … seria o Fernandinho. Mas o Wijnaldum está mostrando todo o seu futebol nessa temporada, tanto que deixou o capitão Henderson no banco.

Meias: David Silva e Kevin De Bruyne. É muito difícil deixar o Milner se fora com essa temporada incrível que faz o veterano, mas honestamente, é muito difícil deixar Silva ou De Bruyne de fora. Afinal, são dois dos melhores do mundo

Atacantes: Sadio Mané e Mohamed Salah. Sterling faz mais uma boa temporada pelo City, e o Sané está começando a mostrar o futebol da última temporada, mas é difícil competir com Mané e Salah.

Centroavante: Sergio Aguero. Essa foi, sem dúvida, a escolha mais difícil de todas. Deixar o Firmino de fora é triste, mas ainda dou uma ligeira vantagem ao argentino. Um pouco pelo histórico absurdo de Aguero, um pouco pelo ótimo começo de temporada.

Treinador: Pep Guardiola. Sou fã do Klopp. Adoro assitir o seus times jogarem … o alemão é alguém que faz bem para o futebol. Mas, quem acompanha o Best Soccer Pack sabe que acho Guardiola o melhor treinador do mundo. A grande vantagem é a capacidade de variação tática do espanhol, algo que Klopp não consegue fazer tanto.

E aí, concorda? O que você mudaria?

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s