O VAR já faz parte do futebol

É claro que ninguém é obrigado a aceitar nada … é apenas a minha opinião. Porém, uma coisa é fato: se você não aceitar o VAR, terá dificuldades com o futebol.

Muitos falam dos erros do VAR nessa Copa de 2018, e realmente houveram alguns. O problema é que foram situações interpretativas, então algo que eu achei correto, outros acharam um erro (como a “falta” no Miranda no primeiro jogo do Brasil) – lances interpretativos sempre vão gerar polêmica.

O VAR tem seus problemas? Sem dúvida. Afinal, é algo muito novo, e tudo que é novo leva um tempo para ser devidamente ajustado. Ouço muito o argumento que não deveria ter sido usado ainda nessa Copa. Eu acredito que se estreasse na Copa de 2022 seria praticamente a mesma coisa, com muito dos mesmos erros.

Se olharmos para o balanço do uso do VAR até agora, é muito positivo. Esses são alguns exemplos:

• Pênalti em Griezmann na estreia da França

• Pênalti em Cueva na estreia do Peru

• Pênalti para a Suécia contra a Coréia do Sul

• Cartão dado para o jogador errado do Peru contra a França – corrigido com o VAR

• Pênalti em Neymar anulado contra a Costa Rica

• Gol confirmado de Iago Aspas contra Marrocos (não estava impedido)

Em termos de erros, o que mais me chamou a atenção foi o pênalti marcado em Cristiano Ronaldo contra a Espanha. Ao meu ver o português se joga, mas mesmo usando o VAR, o árbitro deu pênalti. Isso mostra que o VAR não resolverá todos os erros de arbitragem (óbvio que não), mas ele certamente diminui muito os erros cometidos.

Sem contar que quando o árbitro verifica uma jogada usando o VAR (até mesmo só pelo microfone), acaba dando mais credibilidade à decisão, e os jogadores reclamam menos.

Quanto àqueles que achavam que diminuiria demais a velocidade dos jogos, podem ver que não é o caso. Com a exceção de Portugal vs Irã na fase de grupos, as paradas foram rápidas e os jogos fluíram muito bem.

Tem uma preocupação que, no momento, é muito válida: que o VAR vire uma muleta para os árbitros. Aconteceu nessa Copa de alguns árbitros deixarem de marcar pênaltis claros – parecem pensar ” se foi mesmo falta, o árbitro VAR me avisa”. Parece mesmo estar acontecendo, então a FIFA precisará orientar melhor os árbitros para que isso não continue acontecendo.

De qualquer maneira, eu pessoalmente vejo o VAR como algo não só positivo, mas necessário para o futebol atual em que jogadores adoram se jogar, fingir lesão, e sempre achar que nunca cometeram uma falta. Eu acredito (e espero, muito) que aos poucos, os jogadores comecem a perceber que não vai adiantar mais fingir ou mergulhar … as câmeras estão de olho.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s