Semifinais da Champions e Europa League marcadas por erros grotescos de arbitragem

Essas semifinais da UEFA Champions League 2017-2018 foram mais que emocionantes, com dois duelos entre grandes times … digno de uma semifinal de Champions. Porém, mais até do que no ano passado, foram muitos erros ridículos de arbitragem. Erros a lá Campeonato Brasileiro.

Tudo isso que aconteceu deveria ser um tapa na cara dos “cartolas” da UEFA que dizem que a UEFA Champions League não precisa do VAR. Só para quem não assiste aos jogos.

Esses foram seis do principais erros de arbitragem das semifinais da Champions League.

Mão do Marcelo

O próprio brasileiro admitiu após a partida. Foi tão claro, e na cara do bandeirinha e do assistente de linha de fundo (aliás, que pessoa inútil no futebol), mas ninguém marcou. Eu não consigo imaginar que entre os três ninguém viu … só consigo pensar que não quiseram marcar.

Mão do Alexander-Arnold

Assim como a do Marcelo, essa foi muito clara. Não tinha a ajuda do bandeira o do assistente de linha de fundo, mas não tem desculpa para um árbitro não ver isso. A não do lateral do Liverpool estava estendida … foi praticamente um movimento de goleiro.

Empurrão do Manolas no Mané

O árbitro Damir Skomina marcou pelo menos umas três faltas de puxões durante o jogo, sendo que nenhum foi tão falta como esse que aconteceu logo no início da partida de volta. A falta é tão clara que o árbitro só não vê se ele não está olhando para o lance. Pessoalmente, me parece mais uma daquelas situações em que o árbitro fica com um certo receio de marcar uma penalidade logo no começo do jogo.

Empurrão do Sergio Ramos no Lewandowski

Foi um lance que teve menos repercussão pelas outras coisas do jogo de volta, mas o empurrão do zagueiro do Real no centroavante do Bayern foi no mínimo um pouco mais forte do que o pênalti dado contra a Juventus no último lance das quartas de final. Foi aquele típico empurrão que se tivesse acontecido no meio do campo, a falta teria sido marcada.

Impedimento mal marcado do Dzeko, que resultaria num pênalti

Voltando para o segundo jogo entre Liverpool e Roma, no segundo tempo parecia que os italianos teriam um pênalti a seu favor no início do segundo tempo, mas o bandeira assinalou impedimento do Dzeko na jogada … impedimento que não houve.

Pênalti mal marcado do Klavan

Nos acréscimos desse mesmo jogo o juizão marcou uma mão na bola do Klavan. Revendo o lance fica claro que o zagueiro dos Reds estava com o braço colado no seu corpo, o que não é pênalti.

Escanteio mal marcado que resultou em gol de classificação

No jogo de volta entre Olympique de Marselha e RB Salzburg pelas semifinais da UEFA Europa League, que foi para a prorrogação, teve um erro decisivo. Aos 10 minutos do segundotempo da prorrogação o árbitro equivocadamente deu escanteio para o Marselha quando havia sido claramente tiro de meta. No cruzamento desse escanteio saiu o gol da classificação do time francês.

O triste é que se tivesse VAR, a maioria desses erros teriam sido evitados em paradas de menos de um minuto, por isso ainda não consigo entender a oposição de alguns sobre a utilização do árbitro de vídeo.

A “maravilha” da UEFA disse que a próxima temporada definitivamente NÃO terá árbitro de vídeo. Depois de tudo isso que aconteceu, a UEFA precisa cuidar do seu produto. Se continuar deixando esses erros grotescos acontecerem, a Champions League é quem perderá.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s