Real cirúrgico vence o Bayern de virada

O Real Madrid conseguiu um resultado gigantesco no jogo de ida das semifinais da UEFA Champions League. O atual bi-campeão venceu o Bayern de Munique de virada por 2×1 e agora poderá até perder por 1×0 no jogo de volta que estará na final em Kiev.

O JOGO

Nem perto do jogaço de ontem, e começou com polêmica. Com menos de um minuto o Bayern reclamou de um pênalti de Carvajal em cima de Lewandowski. A grande questão aqui foi que a jogada foi praticamente idêntica ao pênalti dado para o Real no último lance contra a Juventus.

Mas o Bayern não se abalou e dominou o primeiro tempo, criando várias boas chances de gol (mesmo sendo forçado a fazer duas substituições importantes por lesão – Robben e Boateng tiveram que sair).

Aos 28 minutos o excelente lateral Kimmich marcou um belo gol num contra-ataque bávaro … apesar de ter contado com uma ajudinha do goleiro Navas. Minutos depois Ribery, que foi o melhor jogador em campo, perdeu um gol na cara que não costuma perder.

Kimmich comemora o gol que abriu o placar contra o Real Madrid

Parecia que o Bayern iria para o vestiário com a liderança, mas aos 44 minutos Marcelo acertou um lindo chute de primeira para empatar o jogo.

O segundo tempo continuou sendo um pouco mais do time alemão, apesar do Real ter voltado mais alerta. O Bayern buscou mais o gol, mas num erro de passe do Rafinha os merengues aproveitaram e Asensio (como joga bola esse garoto) não perdoou … 2×1 Real.

DESTAQUES POSITIVOS

Ribery – apesar de ter perdido um gol de forma muito estranha, foi disparado o jogador mais perigoso do jogo. Lembrou o Ribery de alguns anos atrás.

Asensio – entrou no intervalo e foi o melhor jogador do Real no segundo tempo. Sua finalização no gol da virada foi de uma calma que não estamos acostumados a ver em jogadores tão jovens.

Marcelo – mais um golaço para a conta do brasileiro, que fez uma partida típica de Marcelo … indo com muito perifo ao ataque mas deixando algumas brechas atrás. No todo, uma grande partida.

DESTAQUES NEGATIVOS

Carvajal – cometeu um pênalti no primeiro minuto que o juiz não deu e cometeu pelo menos duas faltas que deveriam ter resultado em cartão. Partida muito insegura.

Rafinha – foi diretamente responsável pelo segundo gol do Real num erro de passe que não pode acontecer no seu campo defensivo, com o seu time todo no ataque.

Os centroavantes – Cristiano Ronaldo (foi o 9 do Real) e Lewandowski não conseguiram levar perigo algum, o que acabou sendo muito surpreendente.

FIM DE UMA SEQUÊNCIA HISTÓRICA

Depois de marcar pelo menos um gol em todas as 10 partidas dessa edição da UEFA Champions League, Cristiano Ronaldo passou em branco contra o Bayern de Munique.

O jogo de volta será na próxima terça-feira no Estádio Santiago Bernabeu.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s