Seleção decide em 13 minutos e bate a anfitriã da Copa

Não foi bonito, especialmente no primeiro tempo, mas a Seleção Brasileira marcou três gols em 13 minutos no segundo tempo e decidiu a vitória contra a anfitriã da Copa do Mundo por 3×0 – gols de Miranda, Coutinho e Paulinho.

A Rússia mostrou porque corre sério risco de nem passar da fase de grupos da Copa do Mundo. É um time que carece demais de jogadores capazes de fazer algo diferente. Os russos criaram chances mas pecaram naquele último toque … por isso que apesar do placar, não foi uma boa partida da Seleção.

Paulinho marcou o terceiro da Seleção contra a Rússia, à la camisa 9

O Brasil mostrou que pode ter difuculdades contra times que se fecham, como foi a Rússia hoje que jogou num 5-4-1. Ficou evidente também uma certa fraqueza do lado direito – a Av Daniel Alves.

Além disso, ficou muito claro que o Brasil precisa do Neymar como parte do time, e não o dono absoluto do time … não com jogadores como Coutinho e Willian.

PONTOS POSITIVOS

Douglas Costa – o atacante entrou no lugar de Neymar e mostrou de uma vez por todas que precisa estar no grupo. É bem melhor que outros da posição (como Taison) e deve ser o reserva imediato de Neymar.

Willian e Coutinho – precisam ser titulares. Renato Augusto não pode deixar um desses dois no banco. Criaram e levaram bastante perigo, especialmente no segundo tempo.

Teste sem Neymar – faltou a jogada individual do craque, mas o individualismo de Neymar deu espaço ao “grupo” … e foi positivo, especialmente no segundo tempo.

PONTOS NEGATIVOS

Dani Alves – errou inúmeros passes e foi responsável pela Av Daniel Alves, que pode ser muito perigosa contra bons times.

Esquema 4-2-3-1 com Paulinho – nesse esquema, o segundo volante precisa marcar mais e ajudar na saída de bola. Paulinho avança demais, e muitas vezes o Coutinho ficava mais recuado. Contra um bom time, o Casemiro ficará sobrecarregado. Fernandinho no lugar do Paulinho (ou no lugar do Coutinho) daria mais equilíbrio.

Lateral-direita – já falei do Dani Alves. O problema é que o Fagner entrou e mostrou que não tem futebol para estar nesse grupo. A posição está se tornando o ponto fraco da Seleção.

Gabriel Jesus – tudo bem que voltou de lesão a pouco tempo, mas desde que voltou não jogou bem (pelo City ou hoje pela Seleção). Ainda tem tempo, mas se não melhorar logo, será impossível deixar Firmino de fora.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s