Ficou impossível defender Mourinho

José Mourinho vem em queda livre desde que assumiu o Manchester United, e a derrota em casa para o Sevilla foi onde ele se espatifou no chão.

Ele comanda um time milionário, com excelentes jogadores que vários outros treinadores dariam tudo para ter em seu time. E, ainda assim, Mourinho é capaz de entrar de forma covarde e defensiva contra um time bem inferior ao seu … o United deu, se não me engano, quatro chutes no gol do Sevilla em 180 minutos de futebol.

Isso é mesmo futebol de Manchester United?

Muita gente se prende no título da Europa League da temporada passada – não pode esquecer que o United sofreu contra times pequenos e passou por sorte contra o Rostov nas oitavas de final e especialmente contra o Celta de Vigo nas semifinais.

A realidade é que Mourinho simplesmente esqueceu de evoluir. O seu trabalho no Porto foi incrível, e na Inter foi importante pois o clube se preocupava apenas em voltar a vencer (não se preocupava que estacionava o ônibus contra todo time grande para ganhar no sofrimento). Porém, um clube como o Manchester United espera (ou deveria esperar) mais.

Sem contar a atitude sempre problemática do treinador. Um cara que tem tantos problemas com tantos dos seus jogadores tem que estar fazendo algo de errado no quesito “relacionamento com seus atletas”. Ele deixa seus sentimentos pessoais a frente do clube – não tem outra forma de explicar ele deixar o Pogba no banco a favor de Fellaini no maior jogo da temporada do United (a derrota para o Sevilla).

Depois da derrota Mourinho simplesmente perdeu a cabeça numa coletiva, onde entre outras coisas, ele basicamente disse que o Sevilla tem vários jogadores melhores que os do United, e que ele não tem como vencer com esse grupo atual que ele tem. Loucura!

Hoje Mourinho seria um excelente trainador em um clube um pouco menor, cujo maior objetivo é (voltar a) ser competitivo e vencer (um Everton, por exemplo), ou até mesmo numa seleção como a de Portugal. Porém, ele não é o cara para levar o United de volta aos dias de glória dos tempos de Sir Alex Ferguson.

Se contentar com uma Europa League e vaga na Champions é muito pouco … me lembra o Arsenal dos últimos anos. Certamente o United não quer virar um Arsenal da vida, brigando por copas e vaga na Champions. Os Red Devils deveriam querer jogar um belo futebol, sempre buscando o gol, como nos seus dias de glória.

Sinceramente, não vejo isso acontecendo com o português no comando. Ou ele muda drasticamente sua atitude (haja terapia), ou a diretoria do United percebe o erro que fez em contratar (e renovar com) Mourinho e segue a diante sem o português.

De qualquer maneira, algo terá que mudar para o United voltar a ser United.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s