Acabou?

Ainda não chegamos nem na metade da temporada, mas parece que a Premier League realmente já tem dono. Na partida mais aguardada da temporada até o momento, o Manchester City venceu o Manchester United no Estádio Old Trafford por 2×1 e abriu 11 pontos de vantagem para seu rival, que segue na segunda colocação.

O City venceu sua 14ª partida seguida na Premier League (um recorde), e o United perdeu pela primeira em casa em 40 jogos.

Quem assistiu o jogo sabe que o placar não diz toda a história. O City completamente dominou a partida, especialmente no primeiro tempo quando teve 75% de posse de bola. O City foi pra cima desde o início e aos 40 minutos abriu o placar com David Silva.

O United foi chutar sua primeira bola ao gol de Ederson aos 45 minutos, mas entrou. Numa falha ridícula de Fabian Delph, que fez uma partida para esquecer, furou e Rashford aproveitou e marcou.

No segundo tempo os Red Devils voltaram com um pouco mais de vontade, mas não adiantou muita coisa – Otamendi aproveitou falha da defesa do United e recolocou o City na frente.

Os Cityzens tiveram chances de aumentar o placar mas pararam ou na má finalização ou no goleirão De Gea.

A maior vantagem tirada no Campeonato Inglês foi de 13 pontos, pelo Arsenal. Porém, nada indica que esse United de Mourinho jogará o futebol necessário para tirar esses 11 pontos. Na verdade, tudo indica que a vantagem apenas aumentará.

DESTAQUES POSITIVOS

O Fernandinho jogou demais, de novo. O brasileiro marcou muito bem e ajudou a levar a bola ao ataque. Mostrou mais uma vez porque Guardiola confia tanto volante da Seleção, o vimos porque ele é um dos jogadores mais importantes do time.

Otamendi continua sua incrível melhoria sob o comando de Guardiola. O Argentino, que nunca foi um zagueiro muito confiável e consistente, vem fazendo ótimas partidas na defesa do City, como a de hoje.

Pelo lado do United, Marcus Rashford foi o único que acabou levando perigo. Ele pelo menos buscou criar e fazer jogadas. Para sua infelicidade, a maioria de seus colegas só pensavam e defender.

DESTAQUES NEGATIVOS

Não foi uma enorme surpresa ver o United de Mourinho na retranca, mas fica muito difícil entender o que passa na cabeça do português ao colocar seu time na defensiva dessa maneira, sabendo que qualquer resultado que não fosse uma vitória seria um resultado ruim.

O seu camisa 9 não ajudou em nada a situação do time. Lukaku, que sempre achei que fosse supervalorizado, fez mais uma partida horrorosa … é como se o United tivesse jogado com um a menos. Não deve levar muito tempo para o belga perder sua vaga para Ibrahimovic.

Do lado do City ninguém foi mal … exceto Fabian Delph. O inglês está jogando improvisado na lateral esquerda devido a grave lesão ao excelente Mendy, e até que faz uma temporada decente, mas hoje foi mal demais. O gol do United veio numa falha sua, e a outra grande chance dos Red Devils (no 2º tempo) veio numa outra falha horrível de Delph.

* Não deixe de cadastrar seu email na página inicial para receber notificações dos novos posts sobre o melhor do futebol.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s