Como a ausência de Pogba pode mudar o dérbi de Manchester

O jogo mais aguardado da temporada até o momento é o dérbi de Manchester, que acontecerá nesse domingo no Teatro dos Sonhos. O City está oito pontos a frente, o que significa que uma vitória dos Cityzens já quase que define o campeonato.

O Manchester United terá que buscar a vitória sem (talvez) o seu melhor jogador: Paul Pogba – o francês foi corretamente expulso contra o Arsenal por um pisão em Bellerin e ficará suspenso por três partidas (o clube não recorreu). Essa é o tipo de ausência que potencialmente afeta o jogo do United (e o jogo em geral) em várias formas.

Qualidade do clássico 

Qualquer jogo onde o melhor jogador de um time fica fora é afetado de forma negativa. Pogba é um jogador que está cada vez mais emocionante de assistir pois é capaz daquele algo diferente – um drible, um passe, um chute. Ainda mais num time de Jose Mourinho, que já não é muito empolgante de assistir (espero pelo menos ver o Ibra em campo).

Criatividade do Manchester United

A grande fonte de criação do United é Pogba, no entanto que enquanto estava lesionado o time de Mourinho teve dificuldades para criar jogadas. Os outros meias um pouco mais criativos do time, Mata e Mkhitaryan, simplesmente não estão no nível de Pogba.

Será intetessante ver como o United virá para o jogo. Pode ser com Mata ou Mkhitaryan, ou até mesmo ousar e entrar com alguém mais ofensivo na criação, como Lingard. Porém, o mais provável será entrar com Ander Herrera (ou Fellaini, se estiver recuperado de lesão), se preocupando mais com o lado defensivo.

Estacionar o ônibus 

Sem sua fonte criativa, vejo uma grande possibilidade de Mourinho estacionar o ônibus contra o City – mesmo precisando da vitória, pois uma derrota deixaria o United onze pontos atrás do líder. Seria uma pena para o espetáculo, e acho que seria um erro grande chamar o melhor time da Europa para dentro da sua área, mas com o histórico de Mourinho, é bem provável. 

United ousado e ofensivo (quem sabe!)

A ausência de Pogba seria uma oportunidade para Mourinho ousar e entrar com uma formação mais ofensiva, e mais parecida com o próprio City. Poderia vir num 4-2-3-1 com Matic e Herrera a frente da zaga, Martial e Rashford dos lados com Lingard ou até mesmo Ibra pelo meio, e Lukaku na frente. Acho difícil, mas certamente resultaria em uma partida mais bacana. 

Independente de como Mourinho decidir montar o seu time (Fellaini e talvez Matic serão dúvidas para a partida), a ausência de Pogba será muito sentida. É uma pena que bem nesse jogo um dos craques estará de fora, e por uma atitude tão besta.

O dérbi de Manchester será nesse domingo, dia 10 de dezembro, às 14:30 (horário de Brasília).

* Não deixe de cadastrar seu e-mail na página inicial para receber notificações de novos posts.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s