A Supercopa da Espanha mostrou a diferença atual entre Real e Barça 

O título do Real Madrid já era esperado. Afinal, o atual bi-campeão campeão europeu está totalmente entrosado, tem um elenco fortíssimo e é extremamente bem treinado por Zidane. Já o Barcelona tenta se acostumar com a vida sem Neymar e com um novo treinador, Ernesto Valverde. 

Além disso, lida com a dificuldade de contratar novos jogadores – até agora só chegaram Deulofeu, Semedo e Paulinho, e o clube não consegue fechar negócio com seus principais alvos, Philippe Coutinho e Ousmane Démbelé.

Hoje o Real Madrid joga um futebol bonito de se ver … muito organizado, com qualidade em todos os setores. Os comandados de Zidane parecem querer mais a bola, fato demonstrado quarta-feira no gol de Benzema, que estava metros atrás de Umtiti e chegou primeiro na bola (e em vários outros momentos dos dois jogo).

Benzema comemora seu gol na Supercopa da Espanha

Essa é a primeira vez em quase dez anos que o Real Madrid é claramente superior ao Barcelona, não só dentro de campo mas fora também. Enquanto o Real se planeja para o futuro, contratando jogadores jovens para se juntarem aos experientes, o Barcelona tenta fazer contratações para tapar buracos, mas que acabam abrindo mais ainda os buracos – casos de Andre Gomes, Paco Alcacer e Denis Suarez (veremos se será o mesmo com Paulinho).

Pique admitiu que pela primeira vez em quase uma década que o Real é claramente superior ao Barcelona

Uma grande questão no Barcelona é a sua base – La Masia. Seis anos atrás o Barça chegou a entrar em campo com 11 jogadores da sua base. Era inclusive algo que a diretoria do clube usava para alfinetar o Real, dizendo “nós não compramos nossos craques, nós criamos” … bom, a mesa virou.

O Real Madrid tem um treinador que olha para a base e tem orgulho de usar esses jovens. Olha o que o Asensio fez nesses dois jogos! Lucas Vazquez vem sendo peça importante há mais de um ano. Nacho se tornou indispensável para a composição desse forte elenco madrilenho. Isso só funcionou porque Zidane confiou neles e deu chances reais.

Asensio comemora um de seus dois golaços nos jogos da Supercopa da Espanha

Sabemos que contratações são necessárias, mas ao invés do Barcelona dar chances reais aos atletas da base para pelo menos compor seu elenco, o clube vem contratando para tudo – porque não promover jogadores como Samper ou Aleña? Colocá-los para jogar em partidas do Campeonato Espanhol, e não só nas primeiras fase da Copa do Rei?

O Barcelona precisa tirar uma página do playbook do Real olhar mais para a base, caso contrário a distância entre os dois rivais vai de um buraco que ainda é manejável para um grand canyon. Se isso acontecer, a volta não é tão simples … pergunte ao próprio Real Madrid.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s