O Tottenham precisa mostrar mais ambição se quer continuar melhorando

Há duas temporadas o Tottenham terminou o Cameponato Inglês na terceira colocação. Na temporada passada foi vice-campeão. Será que consegue tomar esse último passo e levantar a taça?

Para isso o clube precisa de muito mais ambição, e talvez rever algumas formas de fazer negócio no mercado de transferências.

Uma coisa é fato: o mercado mudou. Com o dinheiro que entra de direitos de televisão, especialmente na Premier League, o “valor” dos jogadores subiu junto. Fato demonstrado pelo venda de Kyle Walker por £50 milhões.

Sabemos que é um valor absurdo pelo nível de Walker, mas esse é o mercado. O problema do Tottenham é: como repor? Pessoas dentro do clube acreditam que Kieran Trippier, que foi o titular na reta final da última temporada, está pronto. Pessoalmente, acho Walker muito mais jogador.

E, se os Spurs quiserem buscar alguém no mercado, provavelmente será por um preço muito parecido, ou até mais … e o clube deixa claro que não pretende gastar esses valores bem altos com jogadores (no passe ou no salário), uma estratégia que precisará ser revista se quiserem vencer títulos que não sejam as copas nacionais. 

Além dos problemas da falta de reposição a altura e a estratégia de negócios, tem o fato do Tottenahm ter deixado um concorrente direto mais forte. O seu maior rival, o Arsenal, sabe muito bem o que é isso. Vendeu jogadores como Ashley Cole e Robin Van Persie e os viu levantando taças em outros clubes enquanto o próprio Arsenal terminou temporada atrás de temporada sem títulos expressivos. 

Agora, com a notícia de que o United tem um sério interesse em Eric Dier, é a chance do Tottenahm bater o pé e dizer não … mas será que Daniel Levy, presidente dos Spurs, fará isso? Apesar de ser conhecido como um negociador duríssimo, agora precisa mostrar que é (de fato) um dos grandes.

Além disso, o Tottenham é o único dos seis primeiros que ainda não contratou. Para um clube que quer brigar com times como o Chelsea e o Manchester City, obviamente precisa se movimentar e melhorar o seu elenco.

É claro que a construção do novo estádio impede o clube de fazer contratações no nível do preço de Lukaku, mas não significa que não possa ir atrás de bons jogadores para deixar o Tottenham com chances realistas de brigar na Premier League e pelo menos chegar às oitavas da Champions League.

A janela ainda é jovem. Veremos o que acontece.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s