Bravo leva Chile a final

Depois de 120 minutos sem gols, a decisão da semifinal da Copa das Confederações entre Chile e Portugal foi nos pênaltis, e Claudio Bravo não deu chances aos portugueses.

Era o confronto entre o atual campeão europeu contra o atual campeão sulamericano, e eu esperava bem mais desse jogo. Infelizmente, depois de um início promissor, o jogo morreu. Praticamente nada aconteceu no tempo regulamentar.

Na prorrogação, a única emoção foi no último minuto, quando o Chile acertou a trave de Rui Patricio duas vezes em sequência. Mas não tinha jeito … só os pênaltis mesmo para decidir o primeiro finalista.

E foi aí que vi algo que nunca tinha visto antes: o Chile acertou suas três primeiras cobranças, e Portugal errou as três – todas defendidas por Claudio Bravo. Maluco!

Claudio Bravo comemora uma de suas três defesas

Eu ainda não consigo entender a decisão de um treinador colocar seu melhor batedor por último – Cristiano Ronaldo nem teve a chance de colocar sua seleção no páreo. Já o Chile viu seus dois principais jogadores, Alexis Sanchez e Arturo Vidal, converter seus pênaltis.

Com a vitória, o Chile agora aguarda o vencedor de Alemanha e Mexico (jogarão amanhã) para a grande final da Copa das Confederações no domingo. 

Depois de passar toda sua história sem nenhum título, o Chile pode conquistar seu terceiro título em três anos, após o bi da Copa America. Sensacional.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s