Os finalistas da Champions já garantiram suas ligas e agora se prepararam para o dia 3

Doblete do Real ou tríplice coroa da Juve?

No último final de semana o Real Madrid e a Juventus garantiram seus respectivos títulos nacionais e, desde então, só têm um pensamento: a final da UEFA Champions League 2017 em Cardiff.

O time de Zidane tem a chance de não só conquistar o doblete La Liga e Champions, algo que ainda não conseguiu na era moderna da Liga dos Campeões (desde a temporada 1992-93), mas ser o primeiro clube a levantar a orelhuda em anos consecutivos na era moderna. 

Já a Juve busca a inédita tríplice coroa, liderados pelo lendário Gianluigi Buffon.

Vamos olhar para as principais histórias dessa grande final.

Zidane mantém Isco com o retorno de Bale?

Essa é a principal questão para Los Blancos. Gareth Bale é um dos grandes jogadores do futebol mundial, mas está machucado há muito tempo.

Na ausência do galês, Isco tem jogado demais – junto com Cristiano Ronaldo, o melhor jogador merengue nessa reta final de temporada.

É claro que existe a possibilidade de Bale começar jogando no dia 3 de junho, não só pela qualidade do atleta, mas pela final ser no seu país e por ele ser um dos xodós do presidente Florentino Perez.

Mas, na minha opinião, não faz sentido não começar com Isco.

E se Carvajal não se recuperar a tempo?

Essa, na verdade, é a grande preocupação de Zidane. Se na ausência de Bale ele tem Isco e vários outros para escolher, se Carvajal não puder jogar ele terá o zagueiro Nacho ou o brasileiro Danilo, que não joga bem desde que chegou a equipe merengue.

No jogo do título de La Liga no final de semana Zidane foi com Danilo. Mas, o fato é que o brasileiro não vem bem, por isso acredito que Nacho seria a melhor opção.

Quando Carvajal se machucou no jogo de ida das semis contra o Atletico de Madrid, jogo que eu assisti no Bernabeu, vi não só como Nacho entrou muito bem, mas como a torcida gosta do atleta. 

Allegri vai arriscar Khedira?

A meia alemão tem um histórico de lesões desde a época em que jogava pelo Real, e atualmente está no departamento médico finalizando sua recuperação. Será que o treinador Massimiliano Allegri arrisca?

Ele tem nos mostrado tantas variações táticas que é impossível saber exatamente o que ele faria. Ele pode optar pelo experiente Marchisio. Ou, ir com uma formação mais ofensiva e optar por Cuadrado. Ele pode também jogar com uma linha de quatro atrás, mudando o esquema do meio. São várias opções, e todas de qualidade.

Se o departamento médico disser que está 100%, acredito que Khedira começa jogando. Caso contrário, aposto em Cuadrado como titular e a manutenção da linha de 3 atrás, o BBC da Juve – Bonucci, Barzagli e Chiellini.

Qual BBC leva vantagem?

O grande ataque do Real contra a melhor defesa do mundo. O BBC do provavelmente estará incompleto pois Bale não deve começar, conforme escrevi acima.

De qualquer maneira, essa defesa da Velha Senhora é simplesmente incrível – dou uma ligeira vantagem ao BBC da Juventus.

Lei do ex

Talvez já nos esquecemos, mas Higuain teve um belíssima passagem pelo Real Madrid antes de ir para o Napoli e quebrar o recorde de gols da Serie A. 

Do lado do Real, Morata teve uma ótima passagem por empréstimo pela Juventus, ajudando o time a chegar a final contra o Barcelona, eliminando o próprio Real nas semis (inclusive marcando gol).

Será que Ronaldo finalmente domina uma final de Champions?

O craque português foi fundamental na chegada do Real a mais uma final. Porém, nas duas finais que CR7 venceu com Los Blancos, ele não foi bem.

Considerando o ótimo momento de Cristiano, além do fato de estar mais descansado devido a rotação imposta por Zidane, essa será sua melhor chance de dominar uma final.

E essa defesa do Real?

Sabemos que esse tem sido um problema para o time de Zidane. Normalmente o time ainda sai por cima graças ao seu excelente ataque, mas ainda não enfrentaram uma defesa como essa da Juventus.

Sendo assim, qualquer erro pode dar o título para Juve, por isso Ramos e Varane terão que fazer uma grande partida e garantir uma atuação sem falhas contra o ótimo ataque italiano.

É a vez da Serie A

Desde 1989, a cada sete anos um time da Serie A vence a Liga dos Campeões (e algumas vezes entre os intervalos).

Se o torcedor da Juve levar esse histórico a sério (além do fato de nenhum time vencer em anos consecutivos), a vez é se Allegri e companhia.

É também a vez de Buffon

Talvez o melhor goleiro da história do futebol chega a reta final de sua incrível carreira faltando apenas um título para sua coleção: a UEFA Champions League.

Vice em duas ocasiões (2003 e 2015), essa é a grande chance de Buffon levantar a orelhuda.

Como disse Bonucci: “queremos fazer para o clube e para o nosso capitão”.

Palpite

Esse time da Juventus é o mais equilibrado do mundo. Além da incrível defesa, conta com um grande ataque liderado por Higuain e Dybala. 

É a hora de Buffon e companhia. A Juve vence por 2×1.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s