Porque somos loucos pelo esporte?

O esporte é uma paixão mundial. Milhões de pessoas param para assitir jogos de futebol, basquete, futebol americano, baseball, e muitos e muitos outros. Mas porque existe essa paixão tão enorme?

Os últimos 12 meses nos mostraram exatamente porque somos tão loucos pelo esporte.

Há quase um ano atrás nós vimos, talvez, a maior zebra da história dos esportes coletivos. O pequeno Leicester, cuja realidade era brigar contra o rebaixamento (inclusive, o time vinha de uma temporada em que sobreviveu por pouco), foi contra tudo e todos e venceu a Premier League, o campeonato mais rico do mundo.

Depois vieram as finais da NBA entre o Golden State Warriors, que vinha da melhor temporada regular da história da NBA, e o Cleveland Cavaliers.

Em série melhor de sete jogos, os Warriors abriram uma vantagem de 3 a 1. Nunca um time havia voltado de uma desvantagem dessa, e o fato da cidade de Cleveland não vencer nenhum título (entre os quatro esportes principais dos EUA) tornava a situação ainda mais complicada.

Mas os Cavs venceram as próximas três partidas, sendo duas delas fora de casa, e se sagraram campeões da NBA. Foi incrível!

Aí foi a vez das finais de baseball, a World Series. Coincidentemente o time de Cleveland, os Indians, chegaram a final, contra o time na fila mais longa dos esportes americanos, o Chicago Cubs, que não vencia há 108 anos.

Também em série de melhor de 7 jogos, o Cleveland Indians abriu 3 a 1, mas os Cubs venceram os dois jogos seguintes e forçaram o jogo 7. 

Na sétima e decisiva partida não bastaram as 9 entradas. Na décima entrada, depois de uma parada de chuva (para dar mais emoção ainda), o Chicago Cubs conseguiu a corrida decisiva e finalmente levou o título da World Series depois de 108 anos. Inacreditável!

Mas não parou por aí. No mês passado foi a vez da NFL nos proporcionar um momento histórico. 

No Super Bowl, entre o Atlanta Falcons e o New England Patriots, do lendário Tom Brady, história foi reescrita.

Os Patriots perdiam por 28-3 no terceiro quarto. Nunca um time havia vencido um Super Bowl depois de estar perdendo por tanto, mas com Tom Brady tudo era possível.

O time incrivelmente buscou o empate, com algumas jogadas inesquecíveis, e na prorrogação marcou um touchdown e conquistou mais um Super Bowl. Foi histórico!

Para fechar a série de histórias incríveis no esporte nos últimos 12 meses veio aquele jogo épico entre Barcelona e Paris Saint-Germain pela Champions League

Depois de perder o jogo de ida por 4×0, o Barcelona conseguiu o que nenhum time jamais havia conseguido nas competições europeias – reverter tal placar e se classificar (veja os melhores momentos aqui).

Essas histórias mostram para todos a razão desse amor que temos pelo esporte. São emoções indescritíveis que só o esporte proporciona!

Obrigado deuses do esporte pelos últimos 12 meses … e que venha mais. Muito mais!

Até a próxima …

1 comentário

  1. Que post incrivel, relembrar esses momentos de emoção intensa, momentos que nos fazem amar ainda mais o mundo do esporte! E que venham mais!
    P.S. Só faltou mencionar o momento incrível em que Federer, melhor tenista da história e que não ganhava um grand slam desde 2012, venceu o AO, aos 35 anos, em cima do Nadal (uma das maiores rivalidades do esporte e discutivelmente a maior rivalidade do tênis de todos os tempos) em 5 sets… não foi um comeback mas foi um dos momentos mais emocionantes do tênis dos últimos anos 😊.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s