Com escalação bizarra de Wenger, Liverpool bate Arsenal

O Arsenal precisava de um bom resultado nesse jogo, e sendo esse o caso, é óbvio que seu melhor jogador precisa estar em campo. Mas, Arsene Wenger parece pensar diferente.

Alexis Sanchez é um dos artilheiros da Premier League, e é disparado o melhor jogador dos Gunners na temporada, mas Wenger decidiu deixar o chileno no banco … e pagou por isso.

O Liverpool dominou completamente o primeiro tempo e fez 2×0 com gols de Firmino e Mané, e poderia ter feito bem mais. Foi aquele Liverpool que vimos no início da temporada, com passes envolventes e contra-ataques rápidos.

Klopp aprova a ótima atuação do primeiro tempo

No segundo tempo Wenger tentou corrigir seu erro grotesco e voltou com Sanchez, que em menos de 15 minutos deixou Welbeck ma cara do gol para diminuir.

O Arsenal melhorou, mas o dano já estava feito.

Wijnaldum comemora o terceiro gol dos Reds

Nos acréscimos o Arsenal ainda conseguiu fazer o terceiro com Wijnaldum (acertei o placar na minha prévia desse jogo!), decretando mais uma vitória contra um dos “top 6” – o Liverpool é o melhor da liga contra os seis primeiros.

Com o resultado o Liverpool tira o Arsenal da zona de classificação para a Champions League e temporariamente assume a terceira colocação.

Vai ficando cada vez mais claro que os dias de Wenger no comando do Arsenal estão contados. Esse é o tipo de decisão que mostra que o francês precisa de um novo desafio, seja em outro clube ou uma outra função no próprio Arsenal.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s