Parece que foi só um sonho mesmo 

Para quem acompanha o futebol europeu, a temporada passada teve uma das grandes histórias esportivas de todos os tempos. O pequeno Leicester, que na temporada anterior havia escapado por pouco do rebaixamento, surpreendeu o mundo e venceu o título da poderosa Premier League, a liga mais rica do mundo.

Foi a maior zebra da história dos esportes!

Mesmo durante a incrível campanha dos Foxes ninguém acreditava que o time poderia mesmo vencer. Todos nós pensávamos “não vai durar … daqui a pouco vão começar a perder e se conseguirem uma vaga na Champions já será incrível”.

Mas, o time continuou vencendo, surpreendendo a todos, e tudo isso foi orquestrado por Claudio Ranieri.

O italiano foi levando a temporada jogo a jogo, sempre mantendo os pés no chão. Descobriu N’Golo Kanté, hoje um dos melhores volantes (se não o melhor) do mundo. Introduziu ao mundo o talentoso argelino Riyad Mahrez, melhor jogador da última temporada da Premier League.

O trabalho foi histórico. Ele levou um time, cuja realidade é brigar para não cair, ao improvável e inédito título.

Nessa temporada, infelizmente o Leicester voltou a brigar na parte de baixo da tabela, e a diretoria do clube achou que a melhor coisa a fazer é demitir o homem que comandou o maior momento (de longe) da história do clube. Não consigo ver com bons olhos.

Entendo que esse é um negócio, e a diretoria do Leicester entendeu que o negócio andaria melhor sem Ranieri no comando.

A realidade é que Ranieri fez do pequeno Leicester um time conhecido mundialmente. Trouxe não só o título, mas um enorme retorno financeiro.

E, não podemos esquecer que apesar das dificuldades atuais na Premier League, o Leicester venceu o seu grupo na Champions League (enquanto o Tottenham caiu na primeira fase e já foi eliminado da Europa League pelo Gent), e continua vivo no confronto contra o Sevilla – perdeu por 2×1 em Sevilla.

É claro que o trabalho dele não é do nível da temporada passada, mas não vejo nenhum outro treinador conseguindo fazer um trabalho muito melhor que Ranieri nesse time.

Independente disso, o que ele fez na temporada passada deveria ter dado crédito suficiente para o italiano pelo menos terminar a temporada. 

Isso serviu para nos lembrar que o futebol é cruel, e que independente do que você fez, só interessa o presente, mesmo se o passado recente foi o melhor momento de sua história.

Boa sorte Ranieri. Quem sai por cima de tudo isso é você.

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s