Onde Gabriel Jesus poderá se encaixar nesse Manchester City

Gabriel Jesus chegou ao Manchester City. Agora a questão é: Ele chega jogando? E, se chegar jogando, onde poderá se encaixar?

Pep Guardiola certamente aguardava a chegada do atacante ansiosamente, e nós aqui no Brasil imaginamos que Gabriel Jesus deve chegar já tendo oportunidades, considerando não só o fato do jogador ter terminado a temporada bem (especialmente na Seleção), mas a fase um pouco problemática do Manchester City.

O garoto tem rendido mais jogando como um camisa 9, mas essa posição já tem dono e Gabriel não tem chance de desbancar Aguero … pelo menos, não ainda. Portanto, para que o brasileiro jogue com Aguero em campo, algumas adaptações terão de ser feitas, ou por Guardiola, ou pelo próprio jogador.

A primeira opção, que para mim é a mais provável, é colocar Gabriel Jesus para jogar na ponta direita num trio de ataque com De Bruyne e Aguero. Gabriel já jogou nessa posição pela Seleção Olímpica e também no Palmeiras, e já mostrou que é capaz.

Uma outra opção, agora com um ajuste de Guardiola, seria jogar num 4-4-2, com Aguero e Gabriel Jesus na frente. Essa não é uma formação que o técnico do City costuma usar, mas ele certamente tem os jogadores para atuar nessa formação.

Um meio campo campo com Fernandinho, Yaya Toure, David Silva e De Bruyne, e Aguero e Gabriel Jesus no ataque.

Vejo Gabriel Jesus jogando em ambas posições no início, até que Guardiola possa identificar onde o brasileiro se encaixa melhor. Se ele for bem nas duas posições, ele certamente terá mais tempo ainda em campo, considerando que o treinador gosta de jogadores que possam atuar em mais de uma função.

Já na Champions League, além de Guardiola ter que identificar onde Gabriel Jesus pode render e ajudar mais, ele terá que escolher um jogador para tirar do elenco de inscritos na Champions para que Gabriel possa atuar nos jogos da Liga dos Campeões.

Vejo algumas opções viáveis. A minha primeira escolha seria trocar um Jesus pelo outro – sacar Jesus Navas para a entrada de Gabriel Jesus. O meia-atacante espanhol é rápido, mas essa é basicamente a única característica positiva do jogador. Ele é um passador ruim, e seus cruzamentos quase nunca encontram jogadores do seu time.

Uma outra opção seria tirar Kompany, que não consegue fugir das lesões. O zagueiro belga ainda não completou um jogo sequer, e seria sensato Guardiola usar a vaga de Kompany para alguém que pelo menos seja uma opção para jogar.

Existe a grande possibilidade de Guardiola querer incluir Yaya Toure no elenco (vem jogando muito bem), e nesse caso a vaga de Kompany seria a ideal para o marfinense. Sendo assim, uma outra possibilidade para abrir a vaga de Gabriel Jesus seria sacar Sané. O jovem alemão não convenceu até agora, e talvez seja melhor deixá-lo focar apenas na Premier League.

Podemos também considerar a vaga de Gündogan, que se lesionou e está fora da temporada. Porém, Guardiola deve contratar um novo jogador nessa janela de janeiro para substituir o alemão (o nome mais forte do momento é o de Rakitic), portanto não considero a vaga de Gündogan como uma opção válida.

A última opção seria não incluir o jogador no elenco da Champions League, e deixa-lo ganhar experiência apenas no Campeonato Inglês e na Copa da Inglaterra.

Não vamos ter que esperar muito para ver essa joia do futebol brasileiro entrar em ação com a camisa do City. Espero que ele possa se adaptar bem ao jogo de lá, mantenha a cabeça focada no jogo, e possa chegar no nível que ele tem potencial para chegar.

Boa sorte Gabriel Jesus!

Até a próxima …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s