Veja os 5 clubes que se saíram melhor, além das principais transferências dessa janela

A janela de transferências do mercado europeu fechou. Como já era esperado, os clubes ingleses foram os que mais gastaram, com um total de mais de £1bilhão, incluindo os £89,3milhões que o Manchester United pagou para contar com Paul Pogba, que foi a maior transferência da história do futebol (confira as 10 transferências mais caras aqui).

Os clubes que melhor utilizaram essa janela de transferências para aprimorar seus times foram:


Barcelona (nota 10)

Era difícil melhorar o time titular, portanto o foco foi trazer jogadores que possam substituir a altura, algo que faltou na temporada passada. Trouxe Umtiti, um jovem zagueiro com enorme potencial e que já entrou muito bem no time (esse pode brigar por uma vaga de titular). Digne, Denis Suárez e André Gomes são jovens talentos que deverão ser bastante utilizados. E, trouxeram o que mais queriam: um substituto de peso para o trio MSN – Paco Alcacer vem para possibilitar que o trio possa descansar e chegar na reta final da temporada sem aquele cansaço que vimos no final da temporada passada.

Manchester United (nota 9)
Eric Bailly começou muito bem a temporada e deve formar uma ótima parceria na defesa com Chris Smalling. Pogba é um dos meias mais talentosos do futebol mundial, e Ibrahimovic já mostrou que ainda é capaz de ser decisivo, mesmo aos 34 anos. Mkhitaryan parece que vai levar alguns jogos para se adaptar a Premier League, mas certamente será peça importante.


Manchester City (nota 9)

Contratou o que mais precisava, que era um zagueiro. John Stones já entrou muito bem e deve brilhar sob o comando de Guardiola. Também trouxeram os jovens Leroy Sané e Gabriel Jesus (pensando no futuro) e os mais experientes Nolito e Gündogan. Sem esquecer de Claudio Bravo, que além de ser melhor que Joe Hart, tem uma característica imprescindível para Guardiola – sabe jogar com os pés.


Bayern de Munique (nota 8)

Fez suas duas principais contratações logo no início da janela. Mats Hummels e Renato Sanches chegam para melhorar o time da Bavaria instantaneamente. Como o time já é bem completo, não havia necessidade de mais contratações de peso.

Juventus (nota 7)
Sem considerar o valor absurdo pago por Higuain, a Juve traz um artilheiro que mostrou, na temporada passada, o que é capaz de fazer. Trouxeram também o excelente meia Pjanic, e Daniel Alves (que veio de graça). Além disso, não perderem nenhum dos seus zagueiros. Devem brigar na Champions, que é o grande objetivo da temporada.


Além das transferências mencionadas acima, vamos olhar para outras grandes transações que deram o que falar
:

David Luiz: Talvez a maior surpresa dessa janela de transferências, o brasileiro fechou seu retorno ao Chelsea dois anos após sair de Stamford Bridge para jogar pelo Paris Saint-Germain. Essa contratação é um pouco estranha, considerando que essas duas temporadas no PSG foram, no mínimo, inconsistentes. O mesmo pode ser dito sobre suas atuações pela seleção brasileira. Vamos ver como vai se sair sob o comando do italiano Antonio Conte.


N’Golo Kante: O volante francês, que foi talvez o jogador mais importante do Leicester na última temporada, chega para dominar o meio campo dos Blues. É, sem dúvida, uma das melhores contratações da temporada.


Granit Xhaka, Mustafi e Lucas Perez: Essas foram as três contratações do Arsenal. Xhaka e Mustafi chegam para serem titulares, em posições que o clube londrino precisava muito (volante e zagueiro, respectivamente). Já o atacante Lucas Perez não me parece ser uma melhoria sobre o que o Arsenal já tem (Giroud), mas vamos esperar pra ver.


Sadio Mané: Chega ao Liverpool para melhorar o ataque de Jurgen Klopp logo de cara. Já mostrou nas primeiras partidas do ano que o dinheiro (£30milhões) foi bem gasto.


Islam Slimani: O atacante chega do Sporting sendo a contratação mais cara da história do Leicester (£29,7milhões), e deixa o atual campeão inglês com um ataque mais completo.


Joe Hart: O goleiro titular da seleção inglesa foi emprestado ao Torino, da Itália. Guardiola nunca escondeu sua vontade de ter um goleiro que joga bem com os pés, o que nunca foi o forte de Hart.


Kavin Gameiro: O artilheiro do Sevilla na última temporada escolheu o Atlético de Madrid ao invés do Barcelona – faz todo sentido considerando que seria reserva do trio MSN. O francês chega para liderar o ataque de Simeone, ao lado do craque Griezmann.

Principais vendas do futebol brasileiro: Além de Gabriel Jesus (mencionado acima), Gabriel Barbosa fechou sua ida para a Inter de Milão, Elias voltou para o Sporting, Douglas Santos foi vendido para o Hamburgo, Bruno Henrique foi para o Palermo.

O que achou? Deixe sua opinião e compartilhe.


Até a próxima …

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s